quarta-feira, 1 de maio de 2013

VALOR DO PREÇO DE VENDA






O valor do preço de venda leva em consideração, além do custo de produção, despesas comerciais, impostos incidentes, despesas financeiras e administrativas, remuneração do capital aplicado, bem como o Imposto de Renda da pessoa jurídica.

No caso, o preço de venda foi apurado considerando o custo unitário de produção, apurado com base na média ponderada; o número de unidades que são possíveis de serem produzidas, conforme demonstrado no cálculo do custo de produção.



As despesas administrativas são aquelas que não tem haver com a produção e venda, por exemplo: salário do Contador e Administrador, despesas como: luz do escritório, telefone, assinaturas etc.

Também neste caso, apuramos os valores como se produzisse um só tipo de produto. Assim, calculamos o  preço de venda do produto "A", cujo custo médio ponderado, demonstrado no Cálculo do Custo de Produção, correspondente a R$111,96, que multiplicado pelo número de unidades que podem ser produzidas,1.176, conforme apurado na planilha de custo ponderado, resulta em R$131.735,65.

É de se observar, trata-se do cálculo baseado em amostra das primeiras unidades produzidas, cuja produtividade deve aumentar ao longo da produção. Acredito estarmos trabalhando com uma margem de segurança satisfatória.

O custo com comissões dos vendedores (5%), ICMS (12%), IPI (10%), PIS (1,65) e COFINS (7,6%)corresponde a 36,25% do valor das vendas.

Entretanto, cabe-me observar, as alíquotas do IPI depende do produto. A alíquota do ICMS varia de acordo com o tipo de operação, para dentro e fora do Estado.

É se observar ainda, os referidos tributos são não cumulativos, ou seja,  geram créditos quando da aquisição das matérias primas e  gastos que a legislação especifica.

Os cálculos consideram as matérias primas e produtos secundários líquidos desses créditos, ou seja, diminuídos desses créditos.

Melhor explicando, por exemplo, a matéria prima corresponde ao valor da nota fiscal menos o crédito de: IPI, ICMS, PIS  e COFINS, que será compensado quando do pagamento dos valores apurados com base no faturamento.

No que se refere aos impostos e previdência Social, deve ser consultado o Contador. Os percentuais apresentados são ilustrativos, variando para cada tipo de empresa.


As despesas administrativas  somam R$6.800,00.
O Lucro Antes do Imposto de Renda desejado é de 10% sobre as vendas.

A soma dos percentuais das despesas comerciais e impostos representam (5%+12%+10%+7,6%+1,65%) = 36,25%, os quais  integra o valor do preço de venda.

Os percentuais sobre o valor das vendas, retro comentados, lucro mais as despesas comerciais e impostos,  importam em  (10%+36,25%) = 46,25%%.

Os custos já apurados são: Custo total de produção - R$131.735,65, e Despesas Administrativas -  R$6.800,00, totalizando R$138.535,65, conforme retro demonstrado.

O valor do preço de venda é correspondente a soma de todos os fatores que o compõe, ou seja, 100% dos fatores.

Sabendo-se que os percentuais sobre as vendas (lucro e despesas comerciais e impostos),  a ser calculado, corresponde a 46,25% das vendas;

Considerando-se que o preço de  venda  corresponde a 100%  dos fatores que o compõe;

Observando-se que os fatores a serem apurados corresponde a 46,25%;

O percentual da soma de custos de produção mais despesas administrativas, no total de R$138.535,65, é apurado pela subtração de 46,25% (lucro, despesas comerciais e impostos) de 100% (preço de venda),  (100-46,25) = 53,75%.

Consubstanciado nos custos já conhecidos e no percentual correspondente,  podemos apurar o Valor das Vendas, adotando-se a  regra de três: (138.535,65/53,75X100) = R$257.740,74.

Com o preço de venda calculado, temos os elementos para apurar o valor das despesas comerciais e impostos incidentes sobre as vendas, aplicando os percentuais apresentados na planilha sobre o valor das vendas.

Por exemplo, o valor das comissões será: 257.740,74X5% = R$12.887,04. Assim também se procede em relação aos impostos, conforme se demonstra:

A soma dos percentuais das despesas comerciais e impostos corresponde a 36,25% das vendas,  cujo valor é assim apurado: 257.740,74X36,25% =R$93.431,02.
Da mesma forma, se apura  o lucro antes do Imposto de Renda = 257.740,74 X 10% =R$25.774,07.

O Preço de Venda unitário do produto "A" corresponde ao valor das vendas dividido pelo número de unidades possíveis de serem produzidas, 1.176, ou seja, (257.740,74\1.176) =  R$219,04.

É de se observar, o cálculo considera que a fábrica produziria um só produto, no caso, o "A". Seguindo o mesmo critério foram apurados os preços de vendas dos produtos "B" e "C".

Com os valores dos preços de venda calculados se pode comparar com os preços da concorrência e estabelecer uma política de vendas de forma a manter a fábrica operando plenamente durante todos os meses do ano, com incentivos, descontos, propaganda etc.


NOTA: 

Nosso trabalho está voltado para a indústria por ser mais complexa, assim, atendemos às necessidades dos alunos e empresários industriais. Porém, na próxima postagem, será demonstrado o cálculo de Preço de Venda para Empresa Comercial e o Ponto de Equilíbrio, partindo dos cálculos já apresentados, excluindo o que se refere à Indústria.


Caro amigo leitor, caso esteja gostando do blog, indique-o para seus amigos e conhecidos! Isso nos incentivará no trabalho. Caso negativo, faça sua crítica, que nos ajudará a melhorá-lo. Nosso objetivo é ajudar, sem complicar.


Caso precise de auxílio,  entre em contato: clic em "Quem eu sou" na aba lateral direita; a seguir, e em "minha foto"; na aba superior, clic em "Sobre", onde irá encontrar os dados para contato.